Transporte e logística

A bicicleta sempre foi muito eficiente para transporte de objetos tanto pessoais quanto de mercadorias no processo hoje conhecido como logística (organização do processo de distribuição de mercadorias), extrapolando sua notória utilidade para a mobilidade individual.

Mais recentemente, com a entrada de empresas de intermediação eletrônica (por aplicativos), a atividade de distribuição de mercadorias, sobretudo de alimentos processados, foi muito expandida e trouxe à cena novas e polêmicas relações de trabalho.


DESTAQUES NO ACERVO

Contribua com o acervo

Insira conteúdo

Pesquise no Observatório

Pesquise

Notícias relacionadas

“Pandemia gera impactos aos ciclistas entregadores de aplicativo”

“Diariamente, Alexandre (nome fictício) pedala por 18km entre o bairro de Aricanduva, na zona Leste, e o centro da cidade, esperando que um dos aplicativos de entrega com os quais trabalha – Rappi, Uber Eats e iFood – toque para algum pedido. Isso, porém, raramente tem acontecido ao longo do trajeto percorrido em aproximadamente 70 continue lendo...…

Leia mais

“Coronavírus: entregadores de aplicativo trabalham mais e ganham menos na pandemia, diz pesquisa”

“Em meio à pandemia de coronavírus, o comércio fechou, pessoas se isolaram dentro de casa e, segundo pesquisas, o comércio eletrônico disparou. Com isso, o número de entregas também cresceu. Mas um levantamento obtido pela BBC News Brasil, feito por um grupo de pesquisadores em quatro Estados brasileiros, indica que os entregadores por aplicativos disseram continue lendo...…

Leia mais

“Os entregadores do fim do mundo”

” Dentro do contexto do isolamento social, estamos todas e todos tentando adaptar nossas vidas como podemos. Quem pode trabalhar de casa e quem precisa estar circulando. Quem está dentro e quem está fora não são pessoas desconectadas, e se tem uma coisa que o coronavírus veio para mostrar é que somos todos conectados de continue lendo...…

Leia mais

“Entregadores e a pandemia: veja vídeo do coletivo Bicicleteiros”

“Neste momento, tem gente na rua por ignorância. Tem gente na rua por capricho ou desaforo. Mas também tem gente na rua por necessidade, e para que quem não precisa sair de casa assim o faça. É o caso dos entregadores de bike que trabalham para aplicativos como Rappi, iFood e Uber Eats. O coletivo continue lendo...…

Leia mais

“Coronavírus: entregadores de aplicativo trabalham mais e ganham menos na pandemia, diz pesquisa”

“Em meio à pandemia de coronavírus, o comércio fechou, pessoas se isolaram dentro de casa e, segundo pesquisas, o comércio eletrônico disparou. Com isso, o número de entregas também cresceu. Mas um levantamento obtido pela BBC News Brasil, feito por um grupo de pesquisadores em quatro Estados brasileiros, indica que os entregadores por aplicativos disseram continue lendo...…

Leia mais

“Projeto Oficina do Bem realiza manutenção gratuita de bicicletas para trabalhadores informais e da saúde”

“Pensando nessas pessoas e suas “bicicletas do bem”, como foram carinhosamente apelidadas, a Specialized lançou a campanha Oficina do Bem, juntamente com seus representantes em todo o Brasil. A proposta é realizar, gratuitamente, a manutenção das bicicletas para auxiliar esses trabalhadores neste momento de pandemia. Em Foz do Iguaçu, a Oficina do Bem é a Paulinho continue lendo...…

Leia mais

“Entregadores protestam contra redução de valor pago por aplicativos em SP”

” Entregadores da cidade de São Paulo que utilizam moto, bicicleta e patinete durante o trabalho fizeram uma manifestação na avenida Paulista, em protesto contra a remuneração recebida dos aplicativos de entrega, em tempos de pandemia da covid-19. Eles reclamam que antes havia promoções que aumentavam o valor do frete, porém agora não há mais continue lendo...…

Leia mais

“Justiça determina que Rappi e iFood deverão dar auxílio financeiro a entregadores afastados por coronavírus”

“A Justiça do Trabalho de São Paulo determinou em decisão liminar (provisória) nestedomingo (5) que as plataformas de entrega Rappi e iFood paguem assistência financeira de ao menos um salário mínimo (R$ 1.045) aos entregadores afastados por integrarem grupos de risco, por suspeita de coronavirus ou por estarem com a doença. A decisão é válida continue lendo...…

Leia mais

“Pedalando para o resgate: entregadores de comida em Nova York enfrentam o coronavírus”

“Com os restaurantes e bares de Nova York fechados ao público devido ao contagioso coronavírus, sua população, que adora comer fora, depende agora de um exército de entregadores em bicicletas […] .” ___ Leia a matéria completa em sua publicação original. Veículo: UOL Notícias Data de publicação original: 18/03/2020 Endereço: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2020/03/18/pedalando-para-o-resgate-entregadores-de-comida-em-nova-york-enfrentam-o-coronavirus.htm

Leia mais

“Quarentena contra coronavírus aquece setor de delivery no Grande Recife”

” Com as pessoas reclusas por causa da quarentena contra o coronavírus, o serviço de delivery tem sido acionado com mais frequência. Embora as grandes empresas como iFood, Uber Eats e Rappi não informem dados que comprovem esse crescimento no fluxo, os entregadores que circulam pelas ruas do Grande Recife afirmam que têm trabalhado mais continue lendo...…

Leia mais
1 2 3 4