| | |

Pesquisa em 25 países mostra Brasil como o local com a maior intenção de aumentar o uso automóvel após a pandemia de Covid-19

Uma pesquisa realizada com aproximadamente 26 mil pessoas em 25 países durante os meses de julho e agosto traz um dado preocupante para o clima do planeta. E em particular para o sistema de transporte coletivo do Brasil.

O levantamento identificou uma intenção generalizada das pessoas de utilizar mais o automóvel após a pandemia do que antes, apesar dos esforços em muitos países para se criar mais espaço nas cidades para meios de transporte seguros e sustentáveis. Este, evidente, não é o caso do Brasil, onde a infraestrutura voltada ao transporte coletivo continua rara exceção em poucas cidades.

A pesquisa foi aplicada pelo YouGov-Cambridge Globalism Project, em conjunto com o jornal inglês The Guardian.

Como ressalta matéria do jornal publicada nesta terça-feira, 10 de novembro de 2020, a pesquisa traz uma evidente desconexão entre crenças e ações, “uma vez que a esmagadora maioria dos entrevistados (mais de três para um) concordou que a humanidade é principal ou parcialmente culpada pela emergência climática”.

Isso aumenta o temor de que, sem uma forte intervenção política, essas ações possam minar os esforços para cumprir as metas estabelecidas no acordo de Paris e as esperanças de uma recuperação verde da crise do coronavírus”, alerta The Guardian.

[…]


Publicação original

Para resguardar os direitos autorais da autoria, leia o restante da matéria e acesse os créditos do texto e da imagem/fotografia na publicação original:

Leia também:

Campanha da UCB: “Bicicleta é alternativa de transporte durante e depois da pandemia”

“A campanha nacional “Bicicleta para futuros possíveis“, promovida a partir da União de Ciclistas do Brasil (UCB), chegou ao Espírito Santo por meio do coletivo local Pedalamente, que atua em Vitória. A capital capixaba se soma a outras 15 cidades de 11 estados brasileiros na intenção de apresentar as vantagens do uso da bicicleta e necessidades de ações continue lendo...…

Leia mais

Levantamento do WRI mostra mudanças na mobilidade urbana em capitais após impacto da pandemia

Pesquisa pela internet ainda em andamento, realizada pelo Centro de Excelência BRT+, com apoio do WRI Brasil, mostra alguns resultados prévios do impacto da pandemia do coronavírus no comportamento das pessoas diante da mobilidade urbana em várias cidades do mundo. O trabalho inclui as capitais brasileiras Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São continue lendo...…

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *