| | | |

Mesmo após o fim da pandemia, você deixará cada vez mais o seu carro na garagem

Com a gradual retomada das atividades econômicas, nem parece que há alguns meses atrás ruas e avenidas de grandes cidades permaneceram praticamente sem tráfego mesmo nos horários de pico. Mas se os carros voltam o ocupar as vias, a dinâmica não é exatamente a mesma de nossa vida pré-pandemia.

Os dados apresentados por instituições públicas e privadas revelam a mesma percepção de motoristas que voltaram a utilizar seus automóveis com o relaxamento das restrições sanitárias: as ruas ainda estão mais vazias.

[…]

“Vimos no estudo Mobility Futures da Kantar que 40% das pessoas globalmente estão abertas à mudanças em relação à mobilidade e que uma das tendências é que aumente o uso da bicicleta“, afirma Luciana Pepe, diretora de contas da Kantar no setor automotivo. “Já estamos vendo isso no contexto da pandemia, onde houve um aumento de 50% nas vendas de bicicletas (maio 2020 comparado à maio 2019 de acordo com a Aliança Bike).”

No fim de 2019, a consultoria realizou uma pesquisa com 20 mil habitantes de 31 cidades em diferentes regiões do planeta, incluindo São Paulo. O resultado, que ainda corresponde ao período pré-pandemia, indicou que a metrópole ficou na penúltima posição no Índice de Mobilidade de Urbana, sendo apenas a 28ª no ranking de felicidade dos usuários.

[…continue a leitura na publicação original]


Publicação original

Para resguardar os direitos autorais da autoria, leia o restante da matéria e acesse os créditos do texto e da imagem/fotografia na publicação original:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *