|

Malha cicloviária segue em lento crescimento nas cidades brasileiras

A capital brasileira com a maior malha cicloviária é São Paulo: 498,3 km. Em seguida, vêm Brasília, Rio de Janeiro, Fortaleza e Salvador. Na parte de baixo dessa tabela, encontramos Macapá, com apenas 11 km, São Luís e Porto Velho.

Esses números representam uma considerável expansão. Os 3291 km de ciclovias das capitais brasileiras somadas são 133% a mais do que os 1414 km que existiam em 2014. Mesmo que ainda lento, existe um movimento para tornar as cidades mais acessíveis e seguras para os ciclistas e para incentivar que a bicicleta se torne um meio de transporte respeitado.

Por outro lado, ainda falta muito para que a expansão da malha cicloviária seja satisfatória. Amsterdã é uma cidade de apenas 800 mil habitantes e possui mais de 500 km de ciclovias, número superior ao de qualquer capital brasileira. São Paulo, por exemplo, tem mais de 12 milhões de habitantes. A comparação mostra o quanto é longo o caminho que ainda precisa ser percorrido.

[... continue a leitura na Publicação Original]

Publicação original

Para resguardar os direitos autorais da autoria, leia o restante da matéria e acesse os créditos do texto e da imagem/fotografia na publicação original:

Leia também:

“Prefeitura de Fortaleza ultrapassa 300km de malha cicloviária”

“A Prefeitura de Fortaleza ultrapassou a marca de 300 km de infraestrutura cicloviária, proporcionando cada vez mais opções de deslocamentos seguros para a utilização da bicicleta na cidade. Além de chegar a um marco histórico, a implantação de novas ciclofaixas nos dois últimos meses ganha mais importância durante a pandemia do novo coronavírus por incentivar continue lendo...…

Leia mais

Mapa do sistema cicloviário de Florianópolis quase dobrou em três anos

Aos poucos, o mapa cicloviário da Capital vai ganhando novos contornos. Na última semana, a Prefeitura de Florianópolis anunciou a realização de obras estruturais que ofertarão mais alguns quilômetros de ciclovias, ciclofaixas e ciclorotas. Nos últimos três anos, a malha cicloviária quase dobrou, passando de 75 km para atuais 144 km, de acordo com dados continue lendo...…

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *