| |

“Como as experiências de urbanismo tático podem ajudar na retomada pós Covid-19”

“A crise da Covid-19 trouxe a necessidade de repensar a utilização dos espaços públicos e as diferentes formas de se locomover pela cidade. Para promover o distanciamento social e responder os desafios impostos pela pandemia do novo coronavírus, muito países estão apostando nas ações rápidas e práticas do urbanismo tático. São medidas que transformam as ruas com o fechamento de vias destinadas a veículos motorizados, implantação de infraestrutura cicloviária e alargamento de calçadas, dedicando espaços para os pedestres e ciclistas se deslocarem com a segurança necessária pela cidade.

Na Nova Zelândia, o governo irá financiar projetos de urbanismo tático que incentivem a criação de espaços públicos mais amigáveis e acessíveis. Cidades alemãs têm remodelado as ruas com fitas e cones para criar ciclovias temporárias. Bruxelas aprovou orçamento para criar 40km de novas ciclovias além de reduzir a velocidade dos carros de 30 para 20 km/h, enquanto no Reino Unido serão investidos 13 bilhões de reais no maior plano de transporte sustentável do país. Na América Latina, Bogotá implementou 76km novos de cicloviasCidade do MéxicoLima e Quito são outros exemplos de cidades que estão abraçando essa ideia […].”

______

Leia a matéria completa e acesse os créditos da foto/imagem na publicação original:

Leia também:

“A pandemia será capaz de desalienar as cidades?”

“Seremos um dia capazes de identificar a crise global ligada à Covid-19 na fisionomia das cidades? Ela deixará marcas nas faixas de pedestres, na largura das calçadas ou no número de ciclovias? Modificará a maneira como percorremos diariamente a cidade? Esta é a esperança de todos aqueles que, diante do coronavírus, invocam as virtudes do urbanismo continue lendo...…

Leia mais

“Com urbanismo tático, cidades enfrentam a Covid-19 priorizando pedestres e ciclistas”

“Ciclovias criadas da noite para o dia, vias convertidas em zonas calmas, calçadas estendidas às pressas – tudo para acomodar a necessidade de mobilidade urbana em um cenário de pandemia. A Covid-19 tem gerado grandes intervenções urbanas, muitas vezes sem a possibilidade de grande planejamento ou investimento. Cidades convertem-se em laboratórios de experiências que podem trazer benefícios continue lendo...…

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *