| |

“Ciclovias temporárias são resposta sustentável de cidades do Brasil e da América Latina à Covid-19”

“Cidades têm implementado ciclovias temporárias para viabilizar deslocamentos seguros durante a pandemia de Covid-19 e evitar que usuários do transporte coletivo migrem para carros e motos. Aos poucos, a prática ganha corpo na América Latina, inclusive no Brasil. É uma oportunidade de ouro para fortalecer a mobilidade urbana por bicicleta – mas para isso, é preciso que as intervenções emergenciais incorporem boas práticas de segurança viária [leia o restante da matéria e acesse os créditos do texto e da imagem/fotografia na publicação original].”

______

PUBLICAÇÃO ORIGINAL

Leia também:

“Como as experiências de urbanismo tático podem ajudar na retomada pós Covid-19”

“A crise da Covid-19 trouxe a necessidade de repensar a utilização dos espaços públicos e as diferentes formas de se locomover pela cidade. Para promover o distanciamento social e responder os desafios impostos pela pandemia do novo coronavírus, muito países estão apostando nas ações rápidas e práticas do urbanismo tático. São medidas que transformam as continue lendo...…

Leia mais

“Ciclovias mais largas e sem zigue-zagues podem ser legado da pandemia”

“As ciclovias ganharam espaço nas cidades brasileiras na última década, mas nem sempre na parte mais nobre das vias. É comum vê-las em ruas secundárias e com trajetos cheios de zigue-zagues, que atrasam a viagem e desestimulam seu uso como meio de transporte. Em meio à pandemia, várias cidades do mundo — embora poucas no continue lendo...…

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *