| | |

A mobilidade urbana como ferramenta de justiça social

A mobilidade urbana está relacionada com o deslocamento das pessoas e ao direito à cidadania e, juntamente com a acessibilidade, desempenha papel fundamental na promoção da igualdade social. Uma cidade mais justa deve estar acessível a todos os cidadãos, independente da raça, gênero ou classe social.

A Política Nacional de Mobilidade Urbana, aprovada em 2012, tem entre seus objetivos contribuir para o acesso universal à cidade, aos serviços básicos e equipamentos sociais; reduzir as desigualdades e promover a inclusão social.


Publicação original

Para resguardar os direitos autorais da autoria, leia o restante da matéria e acesse os créditos do texto e da imagem/fotografia na publicação original:

  • Veículo: Agência de Notícias das Favelas
  • Data de publicação original: 09/09/2020
  • Endereço: Clique para acessar

Leia também:

Campanha ‘Mobilidade Sustentável nas Eleições’ é lançada

A campanha é de caráter nacional e em Niterói está sendo articulada pelo coletivo. É fundamental debater e discutir com as candidaturas, alternativas para a mobilidade urbana. Esta questão é ainda mais importante devido à pandemia do coronavírus. Com a disseminação cidades no mundo inteiro tem priorizado deslocamentos mais seguros e saudáveis, principalmente de modo continue lendo...…

Leia mais

Como o direito pode auxiliar na promoção à mobilidade por bicicleta

A bicicleta como alternativa de transporte para uma mobilidade urbana mais sustentável é discutida em diferentes áreas do conhecimento, a exemplo da geografia, engenharia, sociologia e psicologia, onde se têm criado significantes discussões sobre o tema. Contudo, pouco se tem produzido na literatura jurídica sobre o tema, mais precisamente no campo do direito urbanístico, ou continue lendo...…

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *