União de Ciclistas do Brasil lança Observatório da Bicicleta

A ferramenta é colaborativa e pretende reunir conhecimento e articular iniciativas de promoção da ciclomobilidade.

O conhecimento a respeito da mobilidade por bicicleta no Brasil vem aumentando consideravelmente nos últimos anos. Pesquisadores acadêmicos, instituições públicas, organismos de consultoria, canais de comunicação e organizações da sociedade civil, ligados direta ou indiretamente ao tema, realizam pesquisas, produzem vídeos e podcasts, redigem artigos técnicos e científicos, elaboram manuais e metodologias para melhorar o entendimento social acerca da situação, das vantagens e das necessidades desta modalidade.

Mesmo assim, três situações persistem na sociedade brasileira: existem lacunas de conhecimento, tanto em relação a dados quanto em relação ao acompanhamento de indicadores; o conhecimento está desconectado e disperso; e, o mais grave, as políticas públicas e a normatização para a efetiva inclusão da ciclomobilidade são tímidas e descontínuas, necessitando de constante e cansativa incidência por parte da parcela da população interessada.

É para contribuir com a melhoria destas três situações que entra no ar, nesta semana, o Observatório da Bicicleta, uma iniciativa da UCB – União de Ciclistas do Brasil com patrocínio do Banco Itaú.

O Observatório, apesar de ser mantido por uma organização da sociedade civil, é ofertado para toda a sociedade e pretende agregar apoios e participação dos demais setores interessados visando seu aprimoramento constante e propiciando o aumento de sua confiabilidade. Desta maneira, presta-se como ferramenta para o Programa Bicicleta Brasil, que, inaugurado pela Lei Federal Lei 13.724/2018, reúne representantes de diversos setores sociais para a construção da Estratégia Nacional da Bicicleta.

O Observatório pretende constituir-se em um centro de referência de conhecimento em ciclomobilidade, reunindo, disponibilizando e indicando fontes de conhecimento de todos os tipos sobre a cultura da bicicleta, de forma ampla. Isto será facilitado pela arquitetura colaborativa do portal eletrônico do Observatório, conforme informa Ana Carboni, Diretora Presidenta da UCB: “é de extrema importância que o Observatório esteja aberto para receber materiais de todos os usuários, porque assim ele será alimentado por quem está produzindo informações e realmente defendendo a bicicleta”. Com base nisso, segundo André Soares, Coordenador do Observatório, “pretende-se desenvolver estudos e elaborar materiais que preencham as lacunas de conhecimento identificadas”.

Além disso, coloca-se como uma plataforma de integração e intercâmbio de experiências que promovem e realizam a inclusão da bicicleta no sistema de mobilidade urbana – iniciando com uma seção de boas práticas do cicloativismo.

Por fim, e o mais importante, concentrará as informações de monitoramento público hoje praticadas pela UCB na esfera nacional: das políticas públicas desenvolvidas (e faltantes) pelo poder executivo, das matérias legislativas em trâmite no poder legislativo e das jurisprudências advindas do poder judiciário. Com base nesta experiência, o Observatório pretende estimular e assessorar organizações locais a realizarem o mesmo monitoramento em suas localidades.

O portal do Observatório está dividido em seções e entra no ar em versão 1.0 com um conteúdo básico, mas representativo da variedade de temáticas que a bicicleta articula. A versão 1.1, a ser executada em seis meses, prevê a realização de pesquisas próprias e a expedição de petições ao poder público objetivando a obtenção de informações mais precisas sobre a ciclomobilidade.

O portal do Observatório da Bicicleta está em https://observatoriodabicicleta.org.br/

___

Licença de uso deste texto: reprodução autorizada com citação da fonte
Fonte: UCB – União de Ciclistas do Brasil – http://observatoriodabicicleta.org.br/lancamento/
Contatos para esta matéria: observatorio@uniaodeciclistas.org.br; (47) 99977-5512

Leia também:

CNM participa de primeira reunião do Grupo Gestor Estratégia Bicicleta

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) participou, na última quinta-feira, 16 de janeiro, da primeira reunião com o Grupo Gestor da Estratégia Nacional da Bicicleta. Após a 1ª Oficina Programa Bicicleta Brasil, que ocorreu na sede da entidade municipalista nos dias 15 e 16 de outubro, representantes de diferentes organizações que compõem o grupo voltaram a continue lendo...…

Leia mais

Instituições entregam “Carta de Recomendações sobre os PlanMobs” ao Governo Federal

Trinta e sete organizações da sociedade civil entregaram à Secretaria Nacional de Mobilidade e Serviços Urbanos do Ministério do Desenvolvimento Regional a “Carta de Recomendações Sobre o Futuro dos Planos de Mobilidade Urbana no Brasil”, contendo dez recomendações para a aplicação da Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei 12.587/2012) e para a consequente elaboração dos continue lendo...…

Leia mais

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *