| | | |

Cidade no Pará ensina que uso de bicicletas não é só para lazer ou turismo

Quando buscamos referências de cidades do mundo que são exemplo na mobilidade por bicicleta, encontramos destinos como Amsterdã, Copenhague, Montreal, Floresça, Munique e Nova York, entre outras cidades europeias ou norte-americanas, que sempre trazem a velha e atrasada visão da hegemonia dos países “branco-descendentes” Se nos voltarmos para cidades do Brasil, encontraremos nesse ranking Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR), Sorocaba (SP), Brasília (DF).

É a visão atrasada da mobilidade como lazer ou turismo, concentrando uma leitura de dentro da bolha central dos eixos urbanos, que também hegemonicamente são habitados por maioria de pessoas euro-descendentes.

[…] O que até um dia desses nem eu sabia é que no Norte, no Pará, a cidade de Afuá é o paraíso da mobilidade ativa. Com mais ou menos 40 mil habitantes, o município proíbe por lei o uso de veículo motorizados. Assim, 75% dos moradores utilizam diariamente bicicletas como principal meio de transporte, com até as crianças fazendo parte do trânsito.


Publicação original

Para resguardar os direitos autorais da autoria, leia o restante da matéria e acesse os créditos do texto e da imagem/fotografia na publicação original:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *