Instrumentos de desestímulo ao uso do transporte individual motorizado: lições e recomendações

Tipo de material

Livro

Tipo de autoria

Instituição da Sociedade Civil

Nome do autor

IEMA - Instituto de Energia e Meio Ambiente

Língua

Português

Abrangência geográfica

Nacional

País

Brasil

Ano da publicação

2011

Palavra chave 1

Impacto ambiental

Palavra chave 2

mobilidade urbana

Palavra chave 3

Políticas Públicas

Palavra chave 4

Sustentabilidade

Palavra chave 5

Transportes urbanos

Descrição

A publicação busca qualificar o debate, avaliando de maneira detalhada os principais instrumentos de desestímulo à circulação e ao estacionamento, levando em conta a importância de um alinhamento com ações de melhoria da oferta de transporte coletivo à população. O trabalho é dedicado à descrição e avaliação de diferentes instrumentos de desincentivo à circulação – taxa de congestionamento, taxação de quilometragem e rodízio de veículos – e ao estacionamento – cobrança em vias públicas e eliminação de estacionamentos. São abordadas as experiências internacionais, a partir de um detalhamento de todo o processo de implantação de tais medidas em cidades como Singapura, Londres e Estocolmo, bem como de uma avaliação dos fatores que levaram à sua aprovação entre a população. Na mesma proporção, são tratados os casos malsucedidos de tentativa de adotar instrumentos de desestímulo ao uso de veículos em cidades como Hong Kong e Edimburgo.

Prezado usuário: em caso de incorreção nas informações deste material do acervo ou em caso de sua exposição contrariar direitos autorais, favor entrar em contato com o Observatório da Bicicleta.