| | |

Carro próprio vai de vilão a mocinho na pandemia

Ter ou não ter um carro próprio, eis a questão! O debate que estava cada dia mais acirrado antes da pandemia, agora, parece que vai ganhar um outro rumo. Neste ano tão atípico, iniciativas como Dia Mundial Sem Carro, marcado para a próxima terça-feira (22), estão esvaziadas.

Afinal, dispor de um veículo na garagem se tornou o porto seguro para deslocamentos e viagens em família durante a crise sanitária. Antes da disseminação da covid-19, a ideia de ter um carro vinha enfrentando alguma resistência, especialmente entre os mais jovens – que, dizem as pesquisas, não têm o mesmo apego à posse de bens que seus pais e avós.

Quando veio a pandemia, no entanto, o carro despontou naturalmente como a melhor alternativa para reduzir os riscos de contaminação existentes no transporte público. Adicionou-se, assim, um novo e relevante fator à lista de argumentos a favor do carro: além de conforto, trata-se também de preservação da saúde, tanto a da própria pessoa quanto a da população como um todo.

[... continue a leitura na Publicação Original]

Publicação original

Para resguardar os direitos autorais da autoria, leia o restante da matéria e acesse os créditos do texto e da imagem/fotografia na publicação original:

Leia também:

47% estão insatisfeitos com mobilidade urbana, segundo Datafolha

Quase metade (47%) dos moradores de seis grandes capitais brasileiras estão insatisfeitos com a mobilidade urbana, mostra pesquisa Datafolha encomendada pela 99, empresa de transporte por aplicativo. O levantamento, que aponta a percepção da população das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife e Salvador a respeito de mobilidade integrada continue lendo...…

Leia mais

Pandemia aumentou o número de pessoas utilizando bicicleta como meio de transporte

Uma das mudanças percebidas durante a quarentena, provocada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), foi a diminuição na quantidade de carros nas ruas. Levantamento realizado pela empresa Tembici, operadora do sistema de bicicletas compartilhadas, patrocinado pelo Itaú, apontou que 49% dos usuários que precisaram sair de casa nos últimos meses optaram pela bicicleta como principal continue lendo...…

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *